» Licitações » Ouvidoria Siga nossas redes sociais

Notícias

Marcela Mello vai à Final do Pan de Tiro em Casa

Com apenas 15 anos, carioca passou por quatro eliminatórias até chegar a grande decisão do torneio virtual do Pentatlo Moderno, que acontece nesta sexta, 5

04/06/2020 23h13
CBPM

O Brasil está na final do Campeonato Pan-Americano de Tiro em Casa com a carioca Marcela Mello, de apenas 15 anos. A pentatleta encarou quatro eliminatórias para chegar a grande decisão do torneio organizado pela Federação Mexicana de Pentatlo Moderno.

Marcela irá disputar o primeiro lugar da competição com a mexicana Julia Ventura Romero, nesta sexta-feira, 5. A prata já está garantida para a brasileira. A prova ainda terá horário definido e será transmitida ao vivo pela página da Federação Mexicana no Facebook.

“Venho muito feliz com os resultados. Às vezes tem alguns erros, mas nada que não possa consertar e melhorar. Espero amanhã também fazer uma competição boa e aconteça o que tiver que acontecer. Vou ficar muito feliz de estar só participando”, Marcela destaca.

A carioca começou o torneio em quinto lugar na classificação geral, que reuniu 16 competidoras de seis países (Brasil, Bolívia, Equador, Guatemala, México e Venezuela), no sábado. Sua adversária de amanhã foi a sétima no ranqueamento do torneio.

Desde sua estreia na competição, há cinco dias, Marcela tem mantido o bom desempenho atirando próximo dos 10 segundos. Nas provas mais recentes, ela cravou 7 segundos em duas ocasiões.

“Venho me divertindo muito com a prova. O coração acelera e a mão treme como se estivesse em um combinado realmente”, se diverte.

COMO FUNCIONA

Na disputa tradicional do Pentatlo Moderno, o tiro a laser faz parte de uma prova combinada com a corrida, ganhando o nome de laser-run. No Pan, está havendo apenas o tiro, com cada atleta tendo que completar três ou cinco séries de cinco tiros, atirando a uma distância de 10 metros do alvo. Após cada disparo, o atleta precisa abaixar o braço até a pistola tocar em uma mesa de apoio, para em seguida erguê-lo novamente.

O Brasil começou a disputa com cinco competidores, três no masculino e dois no feminino. Eles foram deixando a disputa ao longo das eliminatórias.

“Foi uma iniciativa muito boa que eles tomaram ao fazer essa competição. Mesmo que todo mundo esteja em casa, pode reviver a adrenalina que é estar competindo e estar fazendo parte do nosso esporte”, comemora.

Marcela foi revelada no

PentaJovem, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém para a descoberta e formação de novos nomes na modalidade olímpica. Apesar da pouca idade, a carioca já participou de diversas competições internacionais, na Argentina, Bulgária e Polônia.

A carioca conquistou o bronze na disputa principal do último Brasileiro, foi ouro no último Sul-Americano Sub-19 e prata Júnior no revezamento misto do Sula Sênior e Jr. do ano passado.

 

TRAJETÓRIA ATÉ A FINAL

. Classificação geral (sábado): 16 competidoras
5º lugar com o melhor tempo de 8s em três tentativas (8s, 8s e 11s)

. Oitavas de final (segunda) – melhor de 3
Marcela (8s e 9s) 2 x 0 (12s e 14s) Marcela Cuaspud Hernández (Equador)

. Quartas de final (terça) – melhor de 3
Marcela (7s e 10s) 2 x 0 (15s e 12s) Azul Daniela Mondragón (México)

. Semifinal (quinta) – melhor de 5
Marcela (7s, 9s e 8s) 3 x 0 (14s, 13s e 17s) Damaris Garza (México)

. Final (sexta)
Marcela x Julia Ventura Romero (México)

OUTROS BRASILEIROS NA DISPUTA

Masculino (29 atletas)

. Victor Aguiar: Top 16
. William Muinhos: Top 16
. João Victor Acioly: Top 32

Feminino (16 atletas)

. Ana Clara Bezerra: Top 16


Últimas Notícias

Fique por dentro de tudo que acontece no Pentatlo Moderno Brasileiro


Leitor de página Pressione enter para dar play Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support